Datos de Roberto de Oliveira Campos


A revolução trazida à oportunidade

O escritório da esquerda ainda é impopular

Newsweek relatou. Quando ele fez seu relatório final ao Congresso brasileiro, um congressista lhe disse: “Consideramos que sua presença aqui hoje não tem sentido.
Os campos continuaram durante o resto dos anos 60 e 70 servindo em comitês como o Comitê Interamericano para a Aliança para o Progresso e o Conselho Interamericano de Comércio e Produção, ainda comprometidos em ajudar os países da América do Sul a aprender com a prosperidade norte-americana e a se beneficiar dela. Durante este período, ele também direcionou mais atenção à publicação de suas idéias em livros como A tenica e o riso (Técnica e Risos), A nova economia brasileira (Uma Nova Economia Brasileira), e Funcao de empresa privada (O Papel da Empresa Privada). Seja na teoria econômica ou no nacionalismo brasileiro, Campos manteve sua posição de que o futuro da economia brasileira dependeria de uma redução nos gastos públicos, da substituição de empresas privadas por serviços governamentais e do incentivo aos investidores estrangeiros.

Volta ao Congresso como Senador

Leitura adicional sobre Roberto de Oliveira Campos

“Power in Brasília”, http: //www.brazzil.com (15 de março de 1998).

“Brasil, EUA e a Nova Ordem”, Banco Icatu S.A., http: //www.icatu.com.br (15 de março de 1998).


GOSTOU? PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS!